15 de mai de 2013

How I met your mother: eu tentei


Depois de anunciarem que a nona será a última temporada da série How I met your mother, eu desenvolvi um interesse sobre a série. Antes de me aprofundar, eu só quero dizer que este não é um blog sobre seriados, só coincidiu de eu ter dois posts seguidos sobre o assunto. Ah, e fique tranquilo, aqui não tem spoiler.

Eu separei os cinco primeiros episódios da primeira temporada para ver. Só uma pequena contextualização: eu nunca consegui ver mais que 5 minutos na televisão. Sempre que estava passando, eu achava bem chato, não sei, eu acho que devo ser amarga, pois essas coisas de casal engraçado (vide meu ódio por Leonard e Penny) me deixam num tédio sem tamanho. É qualquer coisa, menos engraçado.




Eu acho o Jason Segel um fofo, a primeira coisa que me chocou foi saber que ele não era o protagonista. Eu sei, a série já está na oitava temporada, mas eu juro que eu nunca saquei quem era o "Father" da história. Me julguem. 

O episódio piloto eu achei uma merda, não consegui rir em nenhum momento e, confesso, eu nem vi até o final. Mas persisti e coloquei o segundo. Achei um pouco melhor, mas olha, o meu nível de bode foi subindo num estremo que me deu até fome, frio, coceira, sono, tudo que poderia acontecer para desviar minha atenção da série, aconteceu.

Quer saber? Não vou ver essa merda. Podem falar o que for, eu tentei. Eu sei, não vi o suficiente, mas eu NÃO CONSEGUI. Cara, não é como Dexter, que é longo, mas sempre tem um gancho interessante. Ou até mesmo o Big Bang Theory, que tem as piadinhas óbvias, mas que, ao menos, fazem rir. Essa claque do How I met your mother é comandada pelo Liminha. Sério. Eu não iria ter o dom do timing da piada deles.

Era pra rir? Putz... Foi mal, diretor!

Eu sei que me referi à série como "essa merda", mas quero dizer que o plot é interessante, só não me agradou a execução. Eu acho que eu não nasci para sitcoms, sei lá, talvez eu seja uma pessoa de telenovelas mesmo. Mais um para minha lista de "eu tentei", depois de Friends, Grey's Anatomy, Game of Thrones, Vampire Diaries, Gossip Girl e Girls.

Desculpa Brasil, desculpa Bial.


Nenhum comentário: